Música

The Unit - O show que eu vou odiar amar

11:42


Com previsão de estreia para 28 de Outubro de 2017, The Unit será um programa survival realizado pela KBS, onde mais de 90 agências irão enviar seus idols que já debutaram, para uma "segunda chance" de fazerem sucesso; Os idols vencedores irão participar de duas sub-units (uma formada só por mulheres e outra somente por homens).

Acredito que com o sucesso que a segunda temporada de Produce 101 gerou (como eu já disse neste post), onde vários idols já "debutados" participaram, e após o fim do programa conseguiram dar mais alguns minutos de fama à seus grupos, os produtores sul-coreanos ficaram absolutamente malucos com a ideia de pegar idols já debutados (mas que são flops) e misturarem todos em um programa de survival, onde o que vai contar é quem será o mais desesperado de todos.
As próprias agências também devem ter ficado bastante desesperadas por essa última chance de conseguirem um retorno de todo o dinheiro investido em seus idols.
BIGSTAR
Eu que sou uma mera fã, só consigo ficar chateada por toda essa situação e ainda mais porque eu muito provavelmente vou acabar assistindo ao programa e irei sofrer em ver meus favs competindo. Essa cultura de muitos grupos que acabam não dando certo lá na Coreia é em grande parte culpa dos fãs. A cada dia grupos e mais grupos são criados em massa, como se fossem em linha de produção, tudo pra saciar as vontades das fãs, que estão cada vez mais novas e cada vez querendo mais novidades.

Pra quem é fã internacional já é um hábito acompanhar e panfletar vários grupos, porém lá na Coreia do Sul, o hábito é ser stan de apenas um grupo, então os grupos que possuem mais popularidade (Wanna One e Twice, no momento) são os que ganham mais dinheiro e atenção, enquanto a grande leva de outros grupos são deixados de lado. A coisa mais comum lá é quando um grupo perde sua popularidade, as fãs abandonam o fandom e vão atrás de outros grupos. É claro que também existem exceções.
Dal Shabet
Eu tenho certeza que eu vou sofrer tanto quanto eu sofri com os meninos do N'UEST em Produce 101, falando que se sentiam fracassados em suas carreiras; Só que dessa vez vai ser multiplicado por 100. Eu honestamente estou com muita raiva da KBS por querer explorar audiência nas lágrimas dos meus grupos favoritos, e também estou muito irada com as agências por não darem a devida atenção aos seus idols, que são tão talentosos e esforçados. Caramba, BIGSTAR está sem lançar uma música desde 2015 e agora vão enfiar eles no programa...
Sem contar o quão chocada eu fiquei ao saber que o Kanto vai participar do programa também. Ele, que é um artista de k-hiphop talentosíssimo vai fazer o que em um idol group?

O meu sofrimento de ver todos esses grupos participarem do The Unit vai ser multiplicado por 1000, quando eu ver o rosto de tristeza dos que forem eliminados. Vai ser basicamente como uma segunda rejeição na vida deles.

Nas palavras do sábio Eduardo Marinho, "a tristeza dos derrotados não vale a minha vitória". Eu vou ficar feliz pelos idols que conseguirem ser escolhidos para as units finais, e ainda mais pelos grupos que voltarem a fazer sucesso após o término do programa, mas eu já fico triste em antecipação pelos que irão falhar pela segunda vez.


Eu tô é muito pistola. 😠
Até o próximo post.

Música

Playlist: Thank God it's not tropical house Pt.1

00:00


Baseado em um dos comentários que eu vi no último MV lançado pelo N.Flying (que me fez dar bastante risada, aliás), resolvi criar uma playlist aqui no blog com as minhas músicas coreanas favoritas do momento. Não significa necessariamente que seja K-Pop - aliás, a maioria não é -, mas estas músicas foram performadas por artistas sul-coreanos ou foram lançadas na Coreia do Sul.

Esta playlist vai funcionar de uma forma um pouco diferente da última, uma vez que eu dificilmente irei encontrar as músicas que vou listar aqui no Spotify (ui, como ela é hipster q), então, também para evitar a minha fadiga, irei deixar o link para que você possa escutá-las, clicando no título de cada música.
Por quê "Thank God it's not tropical house"?
O K-pop, assim como outros gêneros musicais, sempre segue as tendências do momento, e acredito eu que o tropical house chegou na Coreia há pouco tempo, então praticamente todas as músicas lançadas neste ano seguem essa tendência. O grupo N.Flying foi um dos grupos que resolveu não adotar a tendência, lançando uma música incrível com a sua própria essência, que sempre foi a de uma banda de pop-rock.



Delusional é o single lançado em Março de 2017, pelo artista sul-coreano JERO; Delusional foi lançada após cinco meses do lançamento de seu último single, Paradise (que aliás, é outra música super incrível e possui parceria com DOK2 😍). Delusional é uma canção que fala sobre uma paixão de momento, e se encaixa como R&B/Soul.


O STATION deste ano decidiu não só apoiar artistas sul-coreanos, como convidou muitos artistas internacionais para colaborarem com a SM Ent. New Beginning é uma ballad acústica, escrita pela própria Astrid Holiday (que é sueca), e fala sobre começar uma nova vida após um término de namoro.



Taewan, que também é conhecido pelo nome de C-Luv, e é agenciado pela BRANDNEW MUSIC, lançou em Julho de 2016 essa ballad R&B com muitas influências de artistas dos anos 80. Para você que gosta de The Weeknd, Problem é uma ótima indicação, pois se assemelha bastante aos trabalhos do álbum Starboy.


Do incrível álbum 8 Femmes (para mim, um dos melhores álbuns do ano), Wax Mannequeen é uma das minhas músicas favoritas, apesar de só ter 2 minutos de duração. ELO, que ficou mais conhecido pelo single ROSE (produzido por Gray), é um artista sul-coreano que faz parte do selo da AOMG, e possui uma voz incrível. Apesar de não ter sido escolhido como o single de debut, Wax Mannequeen não fica para trás das demais faixas do álbum, todas com um estilo R&B.


Scenery é o terceiro single da banda de K-Indie, Ashmute. Honestamente, a lead singer do Ashmute tem a voz mais bonita e triste que eu pude ouvir há um bom tempo. Scenery também é uma música simplesmente muito linda e ao mesmo tempo muito triste, sendo uma ballad que fala sobre a dor de um término de relacionamento.
Eu gosto muito de cantores que conseguem expressar seus sentimentos na maneira como eles usam a voz, e é por isso que Scenery é uma das minhas canções favoritas de 2017 (num espectro geral!). Sem contar que eles são uns amorzinhos com os fãs internacionais. 💓💓💓



DUETTO é uma dupla de tenores, que após serem considerados como runners-up do programa Phantom Singer, assinaram um contrato com a Starship Ent. O estilo musical deles é bem crossover, porém a essência da música clássica/ópera não é perdida.
DUETTO foi um dos artistas que eu descobri este ano, que me deixaram mais boquiaberta. Acredito que o tipo de música que eles lançam, não existe nada parecido na Coreia do Sul; Por isso é tão único e incrível. Yearnings é a música de debut e faz arrepiar até os pelos da nuca!


The Dream in Dreams (não é a música do Ten, plmdds 😂) é uma ballad pop-rock, escrita e interpretada por Jerastar (Jung Hye Sun), uma cantora sul-coreana, que possui uma voz muito única e incrível. Random fact: Ela também é um amorzinho e me respondeu no Instagram, quando eu fui elogiá-la. 😊

A lista que eu preparei possui ainda muita coisa por vir, então vamos encerrar este post por aqui, senão ele ficará ridiculamente gigantesco! Hahah

Espero que tenham gostado de minhas indicações!
Beijos e até o próximo post! 💋

Cinema

#realityhigh

00:00

#Thismovieisdumbaf


Antes de tudo, este post contém spoilers, então se você pretende assistir ao filme, cujo trailer é este aqui (o trailer conta o filme inteiro, aliás), volte depois ao Oh My Feels! para podermos conversar sobre, e veja se você concorda comigo! 😉

#REALITYHIGH, é um filme original da Netflix de 2017, dirigido por Fernando Lebrija, e é claramente uma tentativa fracassada de refilmar Mean Girls (Meninas Malvadas), usando uma protagonista negra e uma vilã latina, mas é claro, adaptado à realidade atual, onde todos os jovens são obcecados por redes sociais.


O grande problema deste filme é que ele continua apostando em clichês tão ridículos para o ano de 2017, que ele deveria simplesmente ser parado.

Sobre o enredo: Uma garota nerd e apaixonada por animais (Dani), acaba namorando o atleta mais popular do colégio (Cameron), que por acaso é ex-namorado da garota mais malvada e popular (Alexa). Essas duas garotas um dia foram melhores amigas, porém Alexa armou uma brincadeira de mal gosto para humilhar a amiga, pois essa tinha inveja da família de Dani, que possuía uma relação estável, enquanto Alexa estava passando pelo processo de separação de seus pais.
Dani não tem conhecimento dos problemas que sua amiga estava passando, por isso sente raiva da garota até hoje. Enquanto Alexa trata com desdém a outra garota, apenas por considerá-la inferior e fora de moda.

Você consegue concordar que os motivos que geram essa inimizade e inveja entre as protagonistas é muito pequeno, e que o cinema e a mídia deveriam parar de explorar e esperar que mulheres sejam consideradas rivais?


O relacionamento entre Cameron e Dani começa quando Alexa dispensa o atleta, pois como é obcecada por seu sucesso nas redes sociais (ela possui uma conta no Instagram com mais de 9M de seguidores), resolve trocar Cameron por outro cara mais famoso. Quando Alexa é dispensada pelo novo namorado, e descobre o relacionamento de Dani com seu ex, inicia um plano para se vingar da garota. Alexa convida Dani para fazer parte do seu grupo de amigos, e de quebra, de sua realidade.

Mais uma vez: Vamos continuar insistindo em criar rivalidade entre mulheres por conta de homens? Apenas parem.

Fazendo jus ao clichê mais usado dos filmes da década de 80/90, Dani passa pelo processo do makeover, onde seu estilo de se vestir é mudado (agora mais moderno e preppy), e seu cabelo, que originalmente era um cacheado volumoso, passa a ser apresentado através de penteados mais elaborados e alisados.

Sério que em 2017 vão usar a carta do makeover? As mulheres lutam tanto para encontrarem beleza em si mesmas, e um filme de 2017 vai falar que uma garota só é bonita se o cabelo dela estiver liso, se as roupas forem na moda e se ela não usar óculos?

#refletindoney
Como já vimos em vários filmes anteriormente, a popularidade sobe à cabeça de Dani, fazendo com que ela se esqueça de seus verdadeiros amigos e aspirações (por exemplo, a bolsa de estudos na universidade da qual ela falava tanto no início do filme, mas que é logo esquecida).

Aliás, é sobre o melhor amigo de Dani que eu gostaria de falar um pouco também. Freddie e Dani são amigos desde que ambos eram crianças, e aparentemente ele nutre uma paixão pela amiga, porém não tem coragem de confessar à ela. Quando Dani começa a namorar Cameron, Freddie adota um comportamento agressivo, como se a garota devesse alguma coisa para ele.

Friendzone não existe, amiguinhos. Nenhuma garota é obrigada a sair com você só porque você foi legal com ela. Ainda mais se você só estava fazendo isso com segundas intenções.


Quando Dani finalmente recebe o golpe final de Alexa, ela volta a ser a pessoa que era antes (inclusive voltando ao seu estilo original); Encontra quem realmente é, e passa a aceitar sua verdadeira personalidade.
Eventualmente ela descobre que as pessoas, apesar de serem obcecadas com a fama das redes sociais, aceitam ela por quem realmente é, e todos voltam a ser amigos. Ela também faz as pazes com o namorado.
Já Alexa é abandonada pelo seu seu grupo de amigos (quando todos finalmente descobrem a armação de Alexa), e é retratada chorando, enquanto todas as outras pessoas estão se divertindo em uma festa na praia. 🌞

Porquê #REALITYHIGH falha em tentar ser o novo Mean Girls:
Em Mean Girls, quando Cady percebe que foi a maior vacilona do rolê, ela tenta se retratar de todo o mal que fez para as outras pessoas. Eventualmente Cady e Regina conseguem quebrar os estereótipos de grupos sociais no colégio e passam a ser elas mesmas, destruindo todo o ódio que uma vez existiu entre as duas protagonistas, e vivendo em paz. Mean Girls, apesar de todos os seus clichês, traz uma mensagem no final de que as garotas tem de se unir, pois o mundo já contribui muito para que elas fiquem umas contra as outras.


Alexa merecia a sua redenção no final do filme, porém ela nunca ganhou isso. Ela merecia entender que os motivos que levaram ela a fazer todas as coisas ruins para Dani nunca foram suficientes, e que homem nenhum é motivo para entrar em conflito com outra garota. Alexa merecia a sua redenção, seja abandonando toda a fama das redes sociais, e se tornando uma garota normal; Ou seguindo em frente com seus milhões de seguidores, com namorado ou não ao lado.

Por "filmes adolescentes" melhores!
Até o próximo post! ✌

textos

O que eu gostaria de dizer para alguém com quem eu não tenho mais amizade

15:55


Este post foi inspirado em uma ideia que eu vi esses dias no Tumblr, que se chama "late night self reflective asks" (algo como: pensamentos reflexivos da madrugada), onde eram apresentados vários temas; Este é o primeiro dos quais eu gostaria de escrever sobre. 💭

Primeiramente, eu quero dizer que eu acho completamente normal que algumas amizades percam a sua força ou até mesmo se dissolvam com o tempo. Nós, seres humanos, temos o total direito de mudarmos as nossas opiniões e nosso modo de ser com o passar do tempo. Se as pessoas não evoluíssem, estaríamos até hoje nos escondendo nos fundos das cavernas.

É engraçado dizer que de todas as pessoas que eu conheci no colegial, eu não possuo mais contato com sequer uma delas. Por eventos que eu não gostaria de explanar, mas que vou colocar aqui apenas como o "Grande Vacilo", eu perdi na época praticamente todos os meus amigos.
Eu pedi desculpas para essa garota na época (meio que tentando me livrar - sem sucesso - do shitstorm que minhas ações geraram), e eu sei que ela não vai ler isso, mas eu gostaria de pedir desculpas outra vez pelas coisas que eu falei. Eu não consigo entender muito bem até hoje os motivos que me levaram a atacá-la, uma vez que ela sempre foi uma pessoa legal comigo.
Eu acho que às vezes eu me deixo levar demais pelas coisas em que eu acredito, e provavelmente foi por isso (e por inveja também), que eu resolvi escrever todas aquelas coisas idiotas.
Eu não acho que as coisas que aconteceram comigo depois do episódio do Grande Vacilo justificaram as coisas que eu fiz, mas agora isso já é passado.


Pelo menos dessa época eu aprendi que em conflitos, as pessoas geralmente escolhem os lados nos quais elas vão se prejudicar menos.
Eu fiquei sim chateada de saber que para praticamente todas àquelas pessoas eu não signifiquei coisa alguma (principalmente àquelas que eu considerava como meus amigos mais próximos), e que essas pessoas escolheram se afastar para não se prejudicarem no shitstorm que o Grande Vacilo gerou.
Bem, acho que a única coisa que eu posso dizer é: Obrigada pelos momentos que nós passamos juntos, porém vocês foram uns amigos bem bosta.

Agora para as pessoas que resolveram ficar do meu lado (ou simplesmente resolveram não escolher um lado): um "amigo" que na verdade era bem amigo da onça; Só queria dar uns pegas em mim e em todas as vezes que surgia a oportunidade de conversarmos, resolvia cutucar sem dó as minhas feridas. Um vai se ferrar bem grande pra você. 💩


E para esta outra pessoa, de quem eu me afastei por besteira: me desculpe por ter colocado meus ideais na frente de tudo o que a nossa amizade um dia representou. Quando resolvemos traçar caminhos diferentes, nos tornamos também pessoas muito diferentes; Quando tentei estender a mão à você, e você não quis me escutar (você nunca foi obrigada à isso, e só hoje eu entendo), fui idiota em virar as costas pra você. Eu espero um dia ter coragem de ir até você e pedir desculpas por não aceitar esse seu novo jeito de ser, e ter virado as costas pra você por conta disso.

Agora para essas últimas pessoas: às vezes eu tenho bastante saudade dos momentos que passamos juntas. Por mais que eu já tenha desejado que as coisas se acertassem, eu sei que não vai acontecer. O que eu precisava falar, já foi dito; O que eu esperava de verdade, já sei que não vai acontecer. Obrigada por estarem comigo enquanto durou, foi muito legal.

💭
Até o próximo post.