A Balada de Mulan

19:03


Todos aqui conhecem o clássico Disney: Mulan (1998), um filme clássico que incentivou muitas meninas a saírem do seu mundo de utopia e irem PARA GUERRA LUTAR PELO SEU PAÍS E DEFENDER A HONRA DE SUA FAMÍLIA! Mulan é um clássico, onde temos uma versão diferente de heroína dos filmes de Walt Disney, uma mocinha cheia de atitude que nos inspira. Fora que foi a primeira heroína da Disney que lutar pelos seus ideais e é a única oriental no seleto grupo de “PRINCESAS”.

Um pequeno resumo da nossa enciclopédia livre: A história se passa no ano 450 d.C., quando o vilão Shan-Yu, líder dos Hunos (na verdade os Xiongnu), invade a China Imperial, revoltado com a construção da Grande Muralha. O Imperador ordena que um homem de cada família seja convocado para servir ao exército e ajudar na expulsão dos invasores. A jovem Fa Mulan, sabendo que seu pai, o ex-soldado Fa Zhou, está velho e doente e, portanto, não resistiria à guerra, decide assumir o lugar dele, se disfarça de homem e se apresenta no exército com a armadura e a espada de seu pai. Os ancestrais da família Fa sabem que se seu segredo for descoberto ela será condenada à morte por traição e decidem mandar o Grande Dragão de Pedra (uma espécie de deus supremo da Mitologia Chinesa) para trazê-la de volta. Mas o dragãozinho Mushu, cuja única função no templo é fazer soar o gongo para acordar os outros ancestrais, quebra acidentalmente a estátua do tal dragão ao tentar fazê-la ganhar vida e, temendo a ira dos ancestrais, resolve, às escondidas, ajudar Mulan a voltar vitoriosa da guerra e assim conseguir se tornar guardião da família.

Essa história todos nós sabemos, mas senhoras e senhores, enquanto fazia uma pequena pesquisa para escrever esta matéria descobri que a história de Mulan é verdadeira! Mulan realmente existiu, e é uma famosa lenda chinesa.
Mushu, que não existe na lenda original, mas foi a melhor criação da Disney

A lenda de Hua Mulan (Fa Mulan não, é Hua Mulan) segue basicamente a mesma história que estamos habituados. Uma filha que toma o lugar do pai debilitado e vai para guerra disfarçada como homem. PRONTO. As principais diferenças são os nomes, o fato do Mushu e o Crili não existirem, e também o tempo em que a guerra dura – 12 anos e Mulan vai subindo a patente até virar general. O interessante é que essa lenda foi escrita entre o século 5 e 6 D.C. O texto original se perdeu no tempo e os registros que temos como base são de autores posteriores (entre séculos 11 e 12), mas já dá para ter um gostinho do que é esta lenda escrita.
A compilação de poemas se chama A Balada de Mulan (The Ballad of Hua Mulan), se chama “balada” por conta do número de palavras em cada linha.

     Tsiek tsiek e novamente tsiek tsiek,
Mulan tece, de frente para a porta.
Você só ouvir suspiros da filha.
Perguntam o que está em seu coração,

Perguntam o que está em sua mente.
"Ninguém está no coração da filha,
Ninguém está na mente da filha.
Ontem à noite eu vi os cartazes projecto,
O Khan está convocando muitas tropas,
A lista do exército é em doze pergaminhos,
Em cada deslocamento lá é o nome do pai.
Pai não tem filho adulto,
Mulan não tem nenhum irmão mais velho.
Quero comprar uma sela e o cavalo,
E servir o exército no lugar de pai.
(trecho retirado do poema)

Além de um filme da Disney, diversas adaptações para o cinema chinês – sendo que recomendo este aqui:
(Novembro de 2009, direção de Jingle Ma e Wei Dong – tem ele completo e legendado no youtube ;) )

Mulan também aparece na série Once Upon a Time (Tudo aparece em Once Upon a Time, incrível.

(A atriz é a descendente de sul coreanos Jamie Chung, curiosamente ela participou de um filme da Disney que tinha Princesas no nome e hoje interpreta uma.)

Em todas as versões, Mulan nos ensina algo, como: Desobedecer a seus pais, criar desordem, fugir de casa, falsidade ideológica, roubo de cavalo, quebrar as leis do seu país, incentivar uma revolta. Desonra pra você, desonra pra sua família e desonra pra sua vaca. Òó’’’

E não posso terminar de falar sobre Mulan e pular a trilha sonora: 


A minha parte favorita. 

~ The Hatter 
Tá foi um apanhadão só para a primeira matéria, prometo entrar mais no universo de Mulan – principalmente a guerra, citações chinesas, costumes, personagens e talz. Mas me diverti muito fazendo isso.

You Might Also Like

0 comentários