Maleficent!

22:59



Este final de semana estreou nos cinemas mundiais o filme mais aguardado do ano: MALEFICENT - MALÉVOLA (em PT-BR), e Hatter como uma boa fã da Disney foi conferir. Esqueçam tudo o que vocês sabem sobre a tradicional história da Bela Adormecida, a Disney convida a todos a mergulhar novamente no universo de uma das mais tradicionais histórias de princesas e verem as coisas por um novo ponto de vista.
Aviso: Contém muitos spoilers, muitos mesmo, mas, isso não impedirá vocês de irem ao cinema correndo para assistir.

A história todos conhecemos, a princesa que foi amaldiçoada por uma fada má e que no seu décimo-sexto aniversário a bela princesa espetaria seu dedo numa roca-de-fiar e cairia em sono profundo até ser despertada pelo beijo de amor verdadeiro. Até ai todos conhecem, mas, alguém já se perguntou o porquê da fada má (bruxa, whatever) lançar a maldição, será que foi somente por não ter sido convidada para a festa de batismo? Ou será que tinha outros motivos ocultos? Os estúdios Disney responderam essas perguntas com Malévola e nos mostram um lado diferente das histórias clássicas.


(Isobelle Molloy rouba a cena interpretando a jovem Malévola.)


O filme começa com uma narrativa bem interessante (Hatter amou a narrativa) e aos poucos somos apresentados a dois reinos distintos: o reino dos humanos e o reino dos Moors, onde vivem as fadas e seres mágicos dos mais diversos tipos e dentre esses seres é que vive a jovem fada de asas grandes e chifres, Malévola, a garota apesar de ser o patinho feio das fadas é a guardiã do reino mágico e vemos que Malévola é uma criança boa e cheia de bondade (diferente da versão adulta, quase). A sua vida muda quando uma criança humana começa a roubar pedras preciosas da caverna dos Moors e ela é chamada para impedir isso.




Crianças são crianças aqui ou em qualquer história, Stefan - a criança humana, fica curioso com a aparência de Malévola, e a menina também fica curiosa com o menino e seu estilo de vida diferente.

Não fugindo muito do clichê, ele se tornam amigos, melhores amigos, e meio que se apaixonando, ele até dá um beijo nela (o famoso True Love Kiss), mas a vida chama a todos e uma hora eles crescem e se separam. Stefan finalmente vai morar no castelo e Malévola cresce se tornando (a Angelina Jolie) a oficial protetora do reino dos Moors. A Disney se supera em mostrar como a raça humana é estúpida (aliás, todos os filmes que assisti no cinema recentemente mostram como a raça humana é estúpida) e por esse fato o Rei resolve invadir o reino dos Moors, só que o atual rei não contava era com a criatura alada e seus fieis seres mágicos.




Malévola e seu "exercito" de arvores dá uma surra no exercito humano e ela quase mata o atual Rei. E o Rei irritado com a situação (#recalq) manda matar a criatura alada (tão clichê) e quem matasse seria o novo rei podendo se casar com a princesa.
Se lembram do Stefan? O menininho que era amigo/ namorado da jovem Malévola, ele escuta essa conversa e vai atrás da moça para "avisá-la", eles relembram o passado e conversam e o Stefan no final coloca algo para ela cair no sono (não irei fazer piadas ruins com isso ;x) eeee.... tenta matar ela, só que não consegue e faz algo bem pior - que não irei mencionar aqui, mas essa cena quase me fez chorar. E no final de tudo ele acaba se tornando Rei. E a bondosa Malévola se torna um ser cheio de ódio e busca por vingança.
A transformação da boa Malévola pra má Malévola só poderia ter sido feito por uma atriz de primeiro escalão e Angelina Jolie (linda, perfeita, maravilhosa, #adotaeuAngelinaJolieeBradPitt) faz isso muito bem. Buscando por meios de se vingar daquele a traiu ela acaba salvando um corvo e faz dele seu servo, seus olhos dentro do castelo. Diaval acaba sendo mais os olhos da Malévola, e é o corvo que fala sobre o nascimento de Aurora - filha do Rei Stefan. BINGO! Agora ela tem a sua chance se vingar do seu antigo amor. Conselho para os garotos: nunca mexam com uma mulher que foi ferida amorosamente, elas podem e serão realmente ruins.

(Sam Riley como Diaval)



 

A história a partir daqui volta a tomar os rumos que conhecemos, no batizado de Aurora as três fadas vão dar os presentes (destaque para as três fadas) para a recém-nascida, e antes do último presente da terceira fada, Malévola aparece e questiona o porque não recebeu um convite formal. E tcharammm.... ela lança a maldição que no décimo sexto aniversário de Aurora ela espetaria o dedo e cairia em sono profundo e só despertaria pelo beijo do amor verdadeiro, um destaque nessa hora para Malévola olhando diretamente para o Rei Stefan e todos sacam que o amor verdadeiro não existe (música de suspense).
O restante da história é só indo no cinema e conferindo.
As três fadas interpretadas por: Imelda Staunton (Curiosidade: Imelda interpretou Dolores Umbrigde da saga Harry Potter *-*), Leslie Manville e Juno Temple, elas são protagonistas das partes mais engraçadas do filme.


As crianças são outro ponto forte do filme, a bebê Aurora é tão graciosa e eles conseguiram pegar tantas caras e bocas que arrancou muitos "Ownnn" no cinema, aliás não é só a bebê que é graciosa, mas uma certa herdeira Jolie-Pitt também arranca suspiros e mais outra leva de "Ownnn" coletivo.



Essa menina loira dos olhos claros e toda fofa, nada mais é que Vivienne Jolie-Pitt, uma das filhas do casal Angelina Jolie e Brad Pitt (#adotaeuAngelinaJolieeBradPitt) e uma pequena curiosidade: Ela foi escolhida para o papel porque era a única criança que não chorava ao ver Angelina caracterizada como a vilã, isso é mais que motivo para arrancar mais "Ownnnn". E essa cena em especial é tão fofa, mas tão fofa que sinceramente pensei que iria sair vomitando arco-íris pelo cinema. E por último mas não menos importante a Aurora crescida, com 16 anos que foi interpretada pela irmã mais nova de Dakota Fanning, Elle Fanning é tão linda quanto a própria Aurora.





A cena clássica...



                                                           
E por fim, Malévola nada mais é que um conto de fadas da Disney visto por uma outra perspectiva e também conseguimos identificar um pequeno novo padrão nas histórias da Disney, será que isso é somente uma influência de Once Upon a Time (de novo essa série --') ou somente é algo fruto de uma modernização da sociedade? Façam suas apostas!




Resumindo:




THE HATTER ~
Trilha sonora deste post: SHINee - os álbuns japoneses e destaque pra música 3 2 1 - que é mais viciante que Coca-Cola. Aliás no último post eu não sabia o que escrever e nesse tem tanta coisa pra falar, primeiro que Sailor Moon Cristal estreia nesta quinta - 5 de junho e eu estou pra lá de ansiosa. Irei comentar aqui, logicamente. E que teremos o Music Bank Brasil, e também a Copa do Mundo (#nãovaitercopa), então provavelmente postaremos mais coisas aqui, aliás a trilha sonora de Malévola também é excelente. SAM RILEY É TÃO FOFO COMO DIAVAL! Tinha que comentar minha nova crush ;x

You Might Also Like

0 comentários