Music Bank no Brasil! (2014)

11:28



Depois de semanas desaparecida, surge Joon Mi para lhes trazer um pouquinho da minha experiência na passagem do maior festival de kpop que já esteve pelo nosso país tropical.
Quando foi anunciado, meu mundinho já começou a ruir e minha mente disparou em diversos planos de resgaste de pelo menos uma parte da minha vida financeira, pois já sabia que grande parte dela iria embora. (E não estava errada, ainda estou pagando os gastos... ¬¬)
Chequei minhas opções, pois já que moro em São Paulo, teria que viajar para o Rio de Janeiro, pagar hospedagem, passagem, alimentação, transporte na região, e isso sendo só o necessário para minha simples sobrevivência durante o final de semana. Bom, combinei com a Chii e nos resolvemos. Porém o pior se confirmou nos valores dos ingressos, que variavam de R$200,00 reais até R$ 600,00 reais.... Urgh! Darei um minuto para vocês digerirem esses valores.

Então! A minha sorte foi a meia entrada.
Tudo resolvido, voamos para o Rio de Janeiro (graças as magnificas promoções da GOL) depois de um dia exaustivo de trabalho, encontramos o resto do pessoal no aeroporto e seguimos para o apartamento.

O apartamento:
Devo dizer que pensei que seria enganada pelas fotos maravilhosas da pagina de divulgação e que na verdade eu estaria hospedada num apartamento minúsculo e fedido.
Ah, como é bom estar enganada.
O apartamento era ótimo, limpo e lindo!
Pensei seriamente em me mudar para lá de tanto que gostei.

A fila:
Oh... Meu... Deus!
A Chii saiu do apartamento para a fila às 05h00 da manhã!
Eu fiquei para trás e fui comprar alimentos, mas quando cheguei na fila, estava um caos total!
Não havia sombra alguma para as pessoas, então elas ficaram embaixo do sol, num calor de 40 C° somente com guarda-chuvas que algumas pessoas compartilhavam, vendedores ofereciam garrafinhas de água de 500ml pela “pechincha” de R$6,00 cada, as calçadas estavam em obras e havia poeira para todo canto e a cada caravana que chegava, as pessoas queriam ir para a frente da fila, deixando as pessoas muito mau humoradas.

O show:
...
Nem sei como expressar que todo o trabalho valeu a pena só de ver o sorriso do Key (SHINee), o amor do Hoya (Infinite) pelo Brasil, a molecagem do Kangnam (M.I.B.), e o orgulho no olhar do Youngjae (B.A.P) e do Thunder (Mblaq) que pensavam que não seriam reconhecidos e acabaram sendo os mais aplaudidos, a cara de quem segura o riso do YongHwa (CNBlue) toda a vez que tinha que interagir com o Fiuk, e a bela Ailee que provou mais uma vez sua paixão pelos fãs brasileiros.
Não houve um minuto em que tirei meus olhos do palco depois que o show começou, mal acreditava que estava mesmo vivendo aquilo, e os momentos em que eles se aproximavam e olhavam na minha direção, achava que meu coração ia explodir de felicidade.


Os primeiros a se apresentarem foram o B.A.P., assim que apareceram foram recebidos com muito amor e gritos, escolheram as musicas que todos estavam esperando, em 1004 (Angel), eu já estava numa crise de choro incontrolável assim como centenas que ficaram observando suas costas ao deixarem o palco.



Depois apareceu nossa bela Ailee cantando sua U&I e mostrando novamente sua voz maravilhosa.
Logo seguida veio o M.I.B, que provaram que sabem fazer a galera pular, em Chisa' Bounce eu não acreditava o quanto eles me tiraram do chão com tamanha energia que eu considerava esgotada há muito tempo.


Depois veio uma surpresa para as fãs, uma garota abençoada pelos céus, mares, terra, fogo, universo, ou por qualquer que seja a divindade que você acredite, foi levada ao palco para a performance de Toheart, onde o Key e o WooHyun disputavam a atenção da iluminada com Delicious. Essa garota tremia tanto, que eu gritava para me colocarem no lugar dela, já que ela parecia que ia desmaiar. (;P)


Então tivemos os maravilhosos MBLAQ, que sorriram tanto ao ver que eram um dos mais esperados. Em Oh Yeah eu posso jurar que nunca vi tanta menina chorar e nunca os vi mais felizes.


Tivemos um momento no qual todos os artitas se reuniram e jogaram brindes para o pessoal na pista. (Menos para mim, porque eu não conseguia me mover com a quantidade de gente ao meu redor...).
E então.... Mais surpresas!



Ailee surgiu novamente, mas dessa vez cantando Aquarela do Brasil, e maravilhosamente, devo destacar. Logo em seguida, surge Taemin (SHINee) e da inicio a Garota de Ipanema junto com Jonghyun (CNBlue) e SungKyu (Infinite), e nesse momento eu descobri que tinha mais água no corpo para expelir pelos meus olhos (malditos ciscos...).


Depois foi a vez de Infinite, e apesar de poder sentir cada pedaço do meu corpo corroendo lentamente, eu não pude conter a alegria de ver o DongWoo e o L tão de pertinho, e pra ajudar eles ainda apresentaram Last Romeo e The Chaser, poxa... não tinha como né?!


E eis que me surge CNBlue e acaba com qualquer controle emocional que eu pensava ter, quando começaram Can’t Stop a pessoa na minha frente chegou a parar de pular para que eu pudesse ver melhor já que eu estava fazendo plie a um bom tempo.
E quando eu achava que minha alma já havia deixado o meu corpo, ela retorna apenas para ver SHINee... nesse momento, nada mais importava, e posso dizer que você pode se surpreender com o quanto pode aguentar em um dia. Minhas pernas tremiam, meu braço estava dormente por segurar a câmera no alto por 2 horas e meia/ 3 horas e sentia dores horríveis nas costelas por causa de uma garota que tentou ficar na minha frente o show inteiro e achou que me acertando nas costelas ajudaria ela de alguma maneira, mas mesmo assim, quando começou Lucifer, Ring Ding Dong e Why So Serious digo do fundo do meu coração colorful que foram os melhores momentos da minha vida kpopper.
A apresentação final com todos no palco apenas destacou o amor dos idols pelos seus fãs e o orgulho de que seus trabalhos atravessaram o mundo e chegaram até nós.




~Joon Mi

You Might Also Like

0 comentários