Lana Del Rey, peço perdão pelo vacilo

11:47


Eu sempre me dizia gostar de Lana Del Rey, mesmo não conhecendo muito as músicas que eram "do álbum" (ou seja, não foram singles), e até torcia o nariz pra faixas como Video Games e pras performances ao vivo da cantora (que eu ouvia dizer que eram meio paradonas), mas há alguns dias atrás, quando eu finalmente (!) assisti ao filme Malévola, que ouvi a voz da cantora ao ritmo de Once Upon a Dream (uma das minhas músicas mais queridas de infância ♥), que eu parei e pensei: "Que demais! *--*"

Foi o sino tocando na minha mente, pedindo pra que eu baixasse um álbum da cantora, para conhecê-la melhor...
Não escolhi o Ultraviolence, pois já conheço grande parte das faixas do álbum, e apenas a faixa-título me agrada, então fui direto para o Born To Die (Paradise Edition). Quase que eu infartei com a quantidade de faixas, pensando que eu iria passar longos momentos de morosidade, tentando encontrar as minhas faixas favoritas, mas a surpresa foi que eu amei o álbum inteiro!



Acho que eu ainda não escolhi minha faixa favorita, nem quero falar faixa-a-faixa sobre ele aqui, só digo que ele é um álbum perfeito pra qualquer ocasião...Segundo meus gostos, né.

Lana Del Rey sempre foi uma inspiração de estilo pra mim, sou apaixonada por seu jeito tranquilo e muitas vezes, mórbido, mas que é uma verdadeira doçura com os fãs. ♥
Consegui me identificar muito com as letras das músicas do álbum...Letras essas que serão pra sempre memes como o: "Eu queria estar morta" heheheh

You Might Also Like

0 comentários