Trilogia Destino

12:03

Lindas capas, mas cadê os números? *resposta: a sequencia é: Destino,Travessia e Conquista*


"Em um futuro distópico onde tudo é controlado..."

É nessa nova onda onde tudo é destruído pelas péssimas escolhas humanas, onde surgem governos extremamente controladores, que a autora Ally Conde conta a história de Cassia, uma jovem que está feliz com a sociedade em que vive, nasceu com a vida programada pelo Sistema. Não sofre doenças,  possui alimentação e climatização ambiente controladas, e suas atividades físicas programadas lhe dão o exato nível necessário de energia. Tudo detalhadamente perfeito.

A pergunta é: “Como seria isso?”
Durante a trama, entendemos o funcionamento de tudo; As pessoas são dados, e cada uma tem seus melhores pontos, que serão utilizados para a sociedade, seja auxiliando no governo, cuidando do ensino, medicina e por ai vai...Mas não se preocupe: não existem idosos trabalhando ou sofrendo – eles vivem num cantinho à parte, onde recebem alimentação adequada e uma visita quando o sistema achar necessário. Tem até um registro da data da morte (mas esse detalhe nada agradável quero que você deguste e fique abismado como eu quando ler, se por esse caminho decidir trilhar).

Como qualquer sistema precisa se testar de vez em quando, eles cometem um pequeno erro com a mocinha, trocando os dados daquele que seria seu “par” pelo os de outro (até as "escolhas perfeitas" para uma vida a dois são escolhidas pelo Sistema), um menino que está na classe das “aberrações”. Cassia, fica sem entender mais nada, e intrigada com a questão interna: "E se...?", que é o que move a história dali em diante.

Agora pra você que provavelmente ficou curioso e está em dúvida se corre nessas férias de dezembro até uma livraria e adquire essa saga, aqui vai: "Devo ou não devo ler a Trilogia Destino?"

SIIM: Se está na vibe das distopias e também precisa de um romance não muito calmo, mas com uma certa dose de mimimi.

JAMAAIS: Se está fugindo correndo de romances, distopias ou lutas iniciadas pela paixão.

*OBS: Eu não sou uma pessoa lá chegada em romance, mas gostei bastante da história, que apesar de meio melodramática no começo, cresce ao longo da trama.

You Might Also Like

8 comentários