The Birthday Massacre no Brasil

13:40

 
Antes de tudo, eu quero me desculpar, pois não vai ter nenhuma foto/vídeo do show, pois eu sou o tipo antiquado de fã que vai pros concertos pra curtir o show, e não tirar fotos heheh
Por mais que eu quisesse ter uma lembrança fotográfica do show, eu sei que iria falhar miseravelmente em tirar uma foto boa, então prefiro ficar com as lembranças apenas na minha mente.
Então esse post será apenas um post descritivo. Espero que usem bastante a imaginação de vocês. :)

Pela primeira vez no Brasil, em 24/01/2015, a banda canadense de rock-industrial (ou como você queira definir no seu coração), The Birthday Massacre pisou em terras paulistas e fez um show fenomenal no Inferno Club, em São Paulo (avá), e eu, Chiizinha, estive lá pra conferir.

O Inferno Club não estava lotado, apesar do sold-out que rolou dos ingressos, deveriam ter umas 300 pessoas. O que foi bom, porque quem quisesse assistir o show de lá do bar, conseguiu tranquilamente, sem ser esmagado por um monte de fãs malucos. Galera bonita, tranquila e amigável, esses são os fãs do TBM.

Voltando ao assunto: Eu fiquei com uma vista um tanto privilegiada do palco. Pra quem nunca foi no Inferno Club, existe perto do palco, um poste daqueles de pole dance, que fica em uma plataforma elevada do chão, e foi lá mesmo onde eu fiquei pra ver o show hahahah

Sobre a banda, eu quero dizer que eu fiquei surpresa com a performance dos integrantes e a entrega deles ao público, eles transmitiam uma energia incomparável. Chibi (a vocalista) não deixava de tocar as mãos do pessoal da platéia, enquanto também distribuía autógrafos durante as músicas. Eles não fizeram nenhuma pausa durante as músicas para conversar com o público (coisa que eu estou acostumada a ver em shows), mas faziam questão de agradecer à presença de todos e à energia da platéia, entre uma música e outra.
Outra coisa que eu quero apontar é o figurino da banda. Incrível! Todos com roupas combinando, maquiagens super perfeitas, e cabelos impecáveis.

Vamos falar de Rainbow agora. Pra quem não sabe, Rainbow é o guitarrista da banda, e o responsável por quebrar meu coração durante o show. Ele tem um visual bem bizarro, com seu moicano suuuper comprido, e a maquiagem sombria (com direito a sangue na boca e tudo mais), mas as caras e as mexidas de cabelo (e pancadas na cabeça, que ele mesmo dava q) que ele fazia durante as músicas, me fizeram sair de lá como uma menininha perdidamente apaixonada. O que dizer desse Rainbow que eu mal conheço e já considero pacas? ♥

Moço, você é estranho, mas casa comigo pfvr *-*
Como eu já esperava, os integrantes são super expressivos e fazem caras e bocas, e te deixam com a atenção presa nas performances. Distribuindo sorrisos e olhares e outras poses meios estranhas, eles ganham o seu coração em poucos minutos. ♥

Eu achei que o setlist não foi muito bem pensado, poderiam ter escolhido melhor as músicas do show, uma vez que foi a primeira vez que a banda veio ao Brasil (tipo, não teve Looking Glass, que todo mundo estava pedindo), mas ainda amei cada segundo.

Pra finalizar: A banda parece amar o que faz e te faz desejar ser eles, estar com eles ali no palco, fazendo parte daquela performance cheia de emoção e diversão.
Eu desejo do fundo das minhas entranhas que um dia eles façam tanto sucesso como eles merecem, porque The Birthday Massacre é uma banda incrível, com um som incrível, e merece muito sucesso. ♥

Se você quiser conferir mais um pouco sobre a banda pode clicar nesse link, ou assistir o vídeo que eu deixei abaixo (que é um fanmade, mas é ótimo).

You Might Also Like

16 comentários