MEU DEUS DO CÉU, QUE FILME RUIM

13:23

...ou apenas uma resenha para The Void ▲.


The Void é um filme canadense de horror, lançado em 07 de Abril de 2017 (nos EUA), dirigido por Steven Kostanski e Jeremy Gillespie, e conta a história de Daniel Carter, um policial - ou xerife, não sei como se chamam nas pequenas cidades da América do Norte - , que, em uma noite de trabalho, traz para o hospital local, um homem que ele encontra ferido pela estrada.

O filme todo se passa dentro deste hospital citado, onde os funcionários estão se preparando para uma mudança - pois recentemente lá ocorreu um grande incêndio - , porém eles se veem cercados por pessoas encapuzadas - que eles não sabem quem são, porém são bastante assustadoras - , as quais não deixam que funcionários e pacientes saiam do local.


As pessoas que se encontram neste hospital passam por várias situações, digam-se...Complicadas (como um parto de emergência, por exemplo); Porém o que mais causa tensão é quando uma das médicas residentes mata um paciente utilizando uma tesoura, e após isso, passa a arrancar a própria pele do corpo, além de tentar ferir outras pessoas.
Nessa hora você sabe que tem alguma coisa de errado por aí, porém não sabe exatamente o que está acontecendo. Cada vez mais encapuzados aparecem cercando o hospital, e todos acham que esse acontecimento tem algo a ver com o homem que Daniel trouxe para o hospital naquela noite.

Quando a confusão já está mais do que feita, uma criatura gigantesca e nojenta (e bem tosca, diga-se de passagem) passa a aterrorizar as pessoas. O médico mor do hospital, Dr. Powell, é morto por James - aquele cara lá que estava ferido na estrada no começo do filme - , porém seu corpo, que antes estava simplesmente largado pelo chão do hospital, desaparece após alguns minutos (assim como Alisson, médica do hospital, e esposa de Daniel).

Foi nessa hora que eu já tava achando tudo muito chato, e que tinha sacado o filme inteiro:
"Deve existir algum tipo de seita que venera esses parasitas, que tomam posse do corpo das pessoas, e por isso os encapuzados estão no hospital atrás da tal da criatura"
Encurralado, James revela que esteve durante muito tempo preso em uma casa na floresta, onde lá se realizavam sacrifícios e orgias, tudo observado pelos membros da seita (que dói menos q), os tais dos encapuzados; E que Dr. Powell, era um membro da seita, e realizava experimentos cirúrgicos nas pessoas que eram trazidas para a casa.

Agora tava ficando interessante...

Em uma expedição, Daniel, James e mais dois estranhos, resolvem explorar os andares inferiores do hospital (local onde havia acontecido o incêndio), e lá descobrem salões muito estranhos, cheios de símbolos pertencentes à seita, corpos e os experimentos anteriores de Dr. Powell, que não deram certo, porém ainda estavam bem vivos.

Adendo: essa parte do filme é bem bizarra e bem gore, mas bem boba também. Pra quem já assistiu American Horror Story, a pegada é a mesma. Mostram umas bizarrices, tipo um cara todo ferrado, batendo a própria cabeça num ferro, só pra chocar, mas não tem nada demais, rs.
Aqui as pessoas passam a enfrentar os pesadelos gerados pelos próprios pensamentos, e com Daniel não é diferente. Ele que sofreu com a perda recente de sua filha recém-nascida, tem os pensamentos invadidos pelo novo Dr. Powell - que agora transformou-se em uma criatura - , e só deseja encontrar-se com sua esposa. Porém, quando ele a encontra, Dr. Powell, já a transformou em um de seus experimentos, e Alisson já não é mais a mesma.

Quando Daniel chega na sala final, encontra o novo Dr. Powell e seus encapuzados, todos em algum tipo de fase final de sua transformação. A moça que estava grávida no início do filme, dá à luz ao bebê de Dr. Powell, uma nova criatura (muito parecida com o Cthulhu, diga-se de passagi 😂), e Daniel enfrenta Dr. Powell, para assim chegar na conclusão do filme (que eu não entendi nada depois disso 😂). ▲

You Might Also Like

0 comentários